CIPE — Centro de Investigação de Poluentes Emergentes
QREN ON.2 - NORTE-01-0162-FEDER-000023
Objectivos 
 
O projecto aprovado no âmbito do QREN ON.2 e designado CIPE (Centro de investigação de poluentes emergentes) insere-se na estratégia de desenvolvimento do IAREN cuja linha orientadora foi a criação de um Centro de elevada tecnologia, onde para além da prestação de serviços aos Associados e outras entidades públicas e privadas, seriam promovidos projectos de investigação científica, formação profissional a diferentes níveis de conhecimento, apoio à realização de trabalhos de mestrado e de doutoramento, e estágios profissionalizantes. A busca incessante de novos conhecimentos é a melhor garantia de sucesso, é esta a visão do IAREN. Assim, tem-se empenhado na procura de qualidade nos seus ensaios e estar na vanguarda dos estudos ambientais com vista a apoiar as instituições responsáveis regionais e nacionais preparando-se para a evolução legislativa e os problemas emergentes da defesa da saúde pública e do ambiente no contexto europeu.
 
Os objectivos gerais que nortearam este projecto foram:
- promover a implementação da Directiva Quadro da Água (DQA), Directiva 2000/60/CE, cujos objectivos últimos são a recuperação da qualidade de todas as águas, atingindo o seu bom estado químico e ecológico, até 2015.
- colaborar na elaboração e implementação dos Planos de Gestão das Bacias Hidrográficas, da responsabilidade das Administrações de Região Hidrográfica (ARHs), efectuando a monitorização dos Poluentes Prioritários e outros Poluentes (Emergentes) descarregados em quantidades significativas nos cursos de água e que ponham em risco a qualidade destes.
- dinamizar o estudo dos Poluentes Emergentes (resíduos de produtos farmacêuticos, fragrâncias, detergentes, ftalatos, cianotoxinas, estrogéneos, etc.) em Portugal, na qualidade de Ponto de Contacto e Laboratório de Referência da rede NORMAN.
- aumentar o conhecimento sobre o tipo, a fonte e a distribuição dos Poluentes Emergentes permitindo a sua melhor mitigação nos planos de despoluição dos rios.